coaching />

Terapia, mentoria ou aconselhamento: afinal, o que é Coaching?

Kátia Gaspar
 
Coaching não é terapia. Coaching não é mentoria. Coaching não é aconselhamento. Então afinal o que é coaching? Coaching é um processo para potencializar o melhor que a pessoa pode ser através do próprio saber! Quando me formei, muitos nem sabiam o que era coaching, por um lado era desafiador explicar e conscientizar as pessoas sobre o poder do processo. Anos se passaram e o coaching ficou mais visível, o que trouxe também uma banalização do mercado.
 

Muitos se dizem coaches por gostar de dar conselhos para as pessoas. Se como coaches vamos potencializar o melhor que a pessoa pode ser, regra número  um:  Coaches não dão conselhos. E sim exploram através de perguntas a sabedoria de cada um, ouvindo os desejos, as emoções e as necessidades individuais. Com um olhar de curiosidade, livre de julgamentos, de vieses, sem entrar no detalhe da questão. O coach é um parceiro para ajudar o coachee a ter uma visão mais ampla da situação e encontrar novas perspectivas.
 

Outros se dizem coaches por gostar de ensinar e orientar, regra número 2: Coaches não usam o próprio saber. Nós não orientamos. Imagina que temos uma caixa cheia de ferramentas, cada qual para uma necessidade. Como coaches identificamos a necessidade e os desejos do outro para entregar a melhor ferramenta, mas quem utiliza a ferramenta é o próprio coachee. O trabalho do coach é entregar a ferramenta necessária para promover a conscientização,e a partir deste momento, é o coachee que fará o trabalho.
 

Além disso, existem pessoas que não buscam uma formação específica e se intitulam coaches. Regra número 3: Coaches precisam ter uma formação em coaching, e de preferência que esta formação seja validada por alguma organização. A maior organização mundial que busca a excelência na prática em coaching é a Internacional Coach Federation, com as competências necessárias para desenvolver as boas práticas de coaching.
 

Então, coaches não dão conselhos, não usam o próprio saber e precisam de uma formação. Está claro o que não é coaching. E o que é coaching? O foco como falado no inicio é potencializar os pontos fortes da pessoa, aumentar perspectivas da situação, promover a conscientização para alcançar resultados positivos. O coaching bebeu de várias fontes: TEORIA DA MUDANÇA, TEORIA DA APRENDIZAGEM, NEUROSCIÊNCIA, PSICOLOGIA POSITIVA, FILOSOFIA, ONTOLOGIA, ANTROPOSOFIA para promover o desenvolvimento do individuo para que ele possa alcançar o resultado que deseja.
 

Em todas as linhas, o coach e coachee são parceiros desta jornada de aprendizagem. E é através de Perguntas, as quais chamamos: Perguntas Poderosas, que levamos o coachee para a reflexão em busca do autoconhecimento. Perceber a si mesmo de outra perspectiva. Promover a transformação em busca de atitudes mais positivas. Identificar razões para o querer e potencializar recursos internos para alcançar o que se deseja. Coaching é um processo  que melhora a tomada de decisão, regulação emocional, relacionamentos interpessoais através do AUTOCONHECIMENTO, e como dizia Carl Jung, quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta.
 

Kátia Gaspar é Coach, Palestrante e Trainer. Conduz processos de Coaching junto a lideres, gestores e empresários. É Trainer pelo Neuroleadership Group – NLG Brasil nos cursos de certificação em coaching – metodologia Results Coaching System. Atua principalmente em gestão de negócios e carreiras. Tendo experiência com posicionamento do negócio, estruturação do negócio, liderança, relacionamentos profissionais, administração do tempo, comunicação. Mais de 15 anos de experiência como empreendedora no varejo, tendo desenvolvido habilidades de liderança, capacidade de assumir risco, criatividade e persistência diária para realizar projetos e empreendedorismo. Idealizou as lojas Garimpo da Moda, Estação Principal e R.U.A.

s;