Virada Empreendedora recebe 2500 pessoas em sua sétima edição

WhatsApp Image 2017-06-13 at 11.32.23

Evento reuniu em dois dias mais de 100 palestras e 86 horas de conteúdo
 
Nos dias 10 e 11 deste mês aconteceu na FGV, em São Paulo, a VII Virada Empreendedora, evento que reúne empreendedores e interessados no assunto para uma troca intensa de conteúdos, experiências e ensinamentos. Foram dois dias, nos quais os 2500 participantes puderam circular entre 10 arenas de conteúdo que abordariam assuntos sob o tema “Tendências e Inovação no Empreendedorismo”.
 

Além de contar com programação que abrangeu público de homens e mulheres de todas as idades, o evento tinha novidades como uma arena de conteúdo dedicada à empreendedorismo feminino, a “Casa das Empreendedoras”; área de expositores destinada gratuitamente à projetos sociais, que foram selecionadas levando em conta o impacto que exerciam em suas comunidades, foram sete iniciativas: “Black Rocks”, “Alma Preta”, “Anin Magá”, “Flores para Refugiados”, “Muna Sabores Árabes”, “Pró-Saber São Paulo”, “Síntese.eco” e “SoulVox”.
 

Com temas bem diversos, as arenas de conteúdo, organizadas pelos 23 curadores, disponibilizaram para o público mais de 100 palestras nos assuntos: empreendedorismo social, e-commerce, startups, futuro e inovação, digital, investidores, melhores mentores, “casa das empreendedoras”, inspiração + sua empresa vai virar e a arena Tech for Teens, com conteúdos e atividades para adolescentes de 11 a 17 anos. Conteúdos como empreendedorismo na terceira idade, empreendedorismo inclusivo e Growth Hacking foram destaque na programação.
 

Grandes nomes do cenário empreendedor fizeram parte dessa edição da Virada Empreendedora. Camila Farani, uma das principais mulheres do cenário de investimento anjo do Brasil, participou de uma conversa na arena inspiração; Max Oliveira, fundador do aplicativo MaxMilhas, e Igor Senra, fundador do Moip, também estiveram presentes contando suas trajetórias; outro destaque foi a presença de Adriana Barbosa, fundadora da Feira Cultural Preta, no painel empreendedorismo inclusivo.
 

Considerado um dos maiores eventos sobre empreendedorismo do Brasil, a Virada Empreendedora de 2017 contou com 86 horas de conteúdo. “Um evento que já atingiu a sétima edição é como se tivesse na sua maioridade. É muito importante ter um evento que foque em conteúdo, em apoio aos empreendedores e que consiga juntas, em um mesmo ambiente, desde conteúdo para jovens e adolescentes até conteúdo para terceira idade”, comenta, Ana Lúcia Fontes, curadora do evento e também fundadora da Rede Mulher Empreendedora – RME, plataforma de apoio a mulheres de negócios.
 

Confira a galeria de fotos.

s;