RME debate empoderamento econômico feminino

Em uma noite de muita troca de experiência e informação, a empresária Heloísa Motoki, influenciadora da Rede Mulher Empreendedora (RME), esteve na Faculdade do Guarujá (FAGU) para uma palestra sobre empoderamento econômico feminino através do empreendedorismo.
 
A palestra, que fez parte da programação do Mês do Empreendedor promovido pela Prefeitura de Guarujá, aconteceu no dia 26 de outubro e trouxe à baila os desafios das mulheres no mundo empresarial e apresentou o trabalho que a RME vem realizando em todo país.
 

“A Rede Mulher Empreendedora é a primeira e maior instituição de apoio ao empreendedorismo feminino no Brasil. Hoje temos mais de 300 mil empreendedoras cadastradas e o nosso papel vai além de encorajar mulheres a se tornarem empreendedoras, nós oferecemos diversos canais de suporte, de troca de experiências, para que elas sejam bem-sucedidas e autorrealizadas em seus negócios”, disse Heloísa.
 

Em um bate-papo franco com o público, Heloísa falou sobre o preconceito com mulheres no mercado de trabalho, principalmente com as que já possuem filhos, as cobranças excessivas sobre elas, que muitas vezes têm de cumprir uma tripla jornada de trabalho, ao ser mãe, esposa e funcionária, e como, nesse contexto, o empreendedorismo pode ser uma alternativa para a mulher conciliar carreira profissional e vida familiar.
 

“Tornar-se empreendedora traz muitas responsabilidades, exige até mais dedicação do que um emprego normal, mas por outro lado, nos permite maior autonomia e isso é muito importante para quem já é mãe e deseja se desenvolver também como profissional, mas sem abrir mão do convívio familiar”.
 

Ao final, Heloísa respondeu as dúvidas do público, ressaltou a felicidade de estar pela primeira em Guarujá divulgando o trabalho da RME, para que mais mulheres assumam seus talentos, empreendam e por meio do trabalho consigam, busquem sua independência financeira para que tenham poder de decisão sobre as suas escolhas e suas vidas.

s;