Programa de Mentoria da Monsanto capacita empresas que valorizam diversidade

monsanto mentoria

Projeto global da companhia auxilia pequenas e médias empresas a melhorarem os seus processos em áreas administrativas e se tornarem mais competitivas no mercado
 
Com o objetivo de ampliar as capacidades competitivas de pequenas e médias empresas brasileiras, a Monsanto abre as inscrições para a 2ª edição do Programa de Mentoria da companhia. Podem participar desse projeto global empresas em que mais de 50% do capital social seja constituído por grupos tidos como minorias (negros, mulheres, indígenas, LGBTs e PCDs) e por empresas que estejam localizadas fora dos grandes centros urbanos, reforçando o compromisso da Monsanto em contribuir para o desenvolvimento das localidades em que está presente. Para participar do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores de Diversidade da Monsanto no Brasil, as empresas podem se inscrever até o dia 23 de novembro, por meio do envio dos documentos solicitados no Edital para o e-mail: procurement.south.america@monsanto.com.
 

Serão seis companhias selecionadas, que vão receber auxilio para capacitação nas áreas de finanças, marketing e vendas, jurídico, recursos humanos, melhoria contínua, supply chain e tecnologia da informação. O programa terá duração de dez meses com treinamentos e sessões de mentoria com líderes da Monsanto, tendo início em dezembro deste ano até setembro de 2018.
 

Segundo a supervisora da área de relações com fornecedores para a América do Sul e coordenadora do programa, Fernanda João, o primeiro passo é identificar quais são as empresas que serão escolhidas. Para isso, a Monsanto conta com a expertise de organizações como o Integrare e a WeConnect. O Integrare trabalha exclusivamente com micro e pequenas empresas lideradas por negros ou afrodescentes, descendentes de indígenas e pessoas com deficiência. Já a WeConnect é uma rede global que conecta empresas de propriedade de mulheres a compradores em todo o mundo.
 

Na primeira edição do programa, que se encerrou no último setembro, das 500 empresas identificadas pelo Integrare e WeConnect com o perfil exigido pela Monsanto, 50 se inscreveram para participar do projeto. “Nesta nova edição temos novas oportunidades para as empresas que participarem do projeto. Teremos uma maior customização do conteúdo conforme o nível de maturidade da empresa no assunto (do básico ao avançado) e as empresas terão a chance de se conectarem com mais dez multinacionais”, explica Fernanda.
 

Durante os dez meses de auxílio na capacitação, os empreendedores e líderes de departamentos das empresas selecionadas participarão de treinamentos conduzidos por profissionais especialistas da Monsanto e também de líderes da multinacional do agronegócio que são voluntários no programa. “Essa iniciativa contribui para o aumento do conhecimento dessas empresas sobre negócios e mercado, além de facilitar os planos de crescimento e sustentabilidade em longo-prazo e ampliar as oportunidades de negócios. Queremos inspirar outras empresas a fazerem o mesmo”, relata a coordenadora.
 

Incentivo

 
Há 28 anos no mercado com uma empresa de manutenção industrial, a empresária Ilma Bernadete Pereira Braga, conheceu o programa de mentoria da Monsanto através do Integrare. “O projeto surgiu em um momento de muita necessidade para nós. Estávamos passando por um período difícil. Estamos há muito tempo no mercado, mas estávamos sem estrutura de organograma, sem motivação e estímulo. Estávamos bem financeiramente, no entanto a parte organizacional não estava boa. Aceitei participar, pois acredito que tudo seja um aprendizado”, conta.
 

Durante os meses de treinamento e mentoria, a empresa de Ilma foi aprendendo a como se organizar melhor e isso, segundo a proprietária, alavancou ainda mais os negócios. “Logo que começamos, eu havia dito que estava cansada, que queria sair e colocar outra pessoa em meu lugar. Mas hoje não quero mais, estou motivada. Vimos tudo que a nossa empresa precisava. Eu indico para todos. Vale muito a pena. A equipe da Monsanto que participou é muito prestativa. Todos que nos treinaram tinham muita vontade de transmitir o conhecimento e fazer com que as empresas participantes se reestruturassem da melhor forma”, afirma a empresária.
 

Reconhecimento

 
O Programa de Desenvolvimento de Fornecedores de Diversidade da Monsanto no Brasil recebeu este ano o Prêmio Inbrasc 2017 de Melhor Projeto da Área de Compras do país, reconhecimento concedido pelo Instituto Brasileiro de Supply Chain. O prêmio reconhece, anualmente, os melhores profissionais, projetos e fornecedores do Brasil nas áreas de Supply Chain e Compras.

s;