investidor anjo />

BNDES lança Fundo de Co-investimento Anjo para startups brasileiras

Por Heloisa Motoki
 
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está desenvolvendo um projeto de financiamento anjo de cerca de R$ 100 milhões, o objetivo do Fundo é apoiar empresas inovadoras, com faturamento anual de até R$ 16 milhões e grande potencial de crescimento, desenvolvendo, assim, o ecossistema de inovação nacional.
 

O fundo será multi-estágio: De acordo com o faturamento da empresa apoiada, o perfil da carteira esperado será segmentado em estágios da seguinte forma:
 

a) investimento em startups inovadoras (com faturamento anual de até R$ 1 milhão); e
b) investimento em pequenas empresas inovadoras (com faturamento anual de até R$ 16 milhões).
 

A mesma empresa poderá receber investimentos do Fundo em ambos os estágios. De acordo com o Edital, o valor deverá ser captado pelos Fundo de Coinvestimento Anjo, que tem até 12/01/2018 para enviar as propostas. O foco é em Fundos de Investimentos já existentes, pois dentre os itens solicitados, requer: Comprovante de credenciamento junto à CVM (ou protocolo do pedido) e Histórico de gestão de Fundos nos 10 últimos anos.
 

As empresas que se enquadrarem para receber o recurso devem buscar contato com os investidores, pois eles é que definirão os critérios de seleção de startups e investimentos.
 

Heloisa é influenciadora da Rede Mulher Empreendedora, fundadora da Quali Contábil (www.qualicontabil.com.br) e Consultora Especial no site Fórum Contábeis (http://www.contabeis.com.br/usuarios/102860/heloisa-motoki/). Com formação em MBA em Controladoria, Graduada em Ciências Contábeis e Técnico em Contabilidade, participante do programa de Empreendedorismo pela FGV/Goldman Sachs – 10.000 mulheres (http://www.10000mulheres.com.br/empreendedoras/Heloisa-Motoki). Há 19 anos no mercado contábil, atua diretamente com pequenas e médias empresas em São Paulo.

s;