Aplicativo doa mais de 280 mil reais em prol de causas sociais

30704095_1069135233226708_2281735104378175488_n

O app Joyz conseguiu fidelizar 150 mil usuários de forma totalmente orgânica

 
A proposta do Joyz é formar uma rede do bem, na qual os usuários podem criar campanhas e fazer doações a causas sociais, seja para ajudar um familiar doente, um abrigo de animais, instituições de apoio a pessoas carentes, e muitas outras.
 
Juliana Ferreira, uma das sócias do app, afirma que a ideia surgiu para ter um diferencial, e não ser somente mais um site de crowdfounding. Ao contrário do usual, no Joyz o usuário pode realizar doações à partir de dez centavos, de forma que não pese no bolso. Dessa forma, os doadores retornam constantemente para ver novas postagens. Segundo ela, eles doam frequentemente e surge uma relação de longo prazo, bem diferente do que ocorre quando alguém entra em um site crowdfounding doa e sai, sem nenhuma interação. O aplicativo possui uma interface favorável para fidelizar os usuários, já que eles conseguem visualizar facilmente as suas campanhas e aquelas criadas por outras pessoas, semelhante ao Instagram.

 
Cada novo visitante cadastrado ganha quatro reais para fazer as primeiras doações, um dos fatores que permitiu o crescimento essencialmente orgânico do aplicativo, sem nenhum investimento em marketing. Em um ano e meio de existência, 150 mil usuários se juntaram ao Joyz e mais de 263 causas foram contempladas.

 

A expectativa para 2018 é atingir 3 milhões de membros. Para isso, serão criadas parcerias com Empresas Amigas, assim o projeto se tornará sustentável e irá manter o engajamento entre campanha e doadores, já que os usuários receberão constantemente novos bônus para doarem às causas que os tocam. Outra estratégia será unir forças com influenciadores digitais, que serão convidados a incentivar seus seguidores a acessar o app e doarem seus bônus.

s;