AVON lança pesquisa inédita sobre o impacto socioeconômico que a companhia tem na vida de um milhão e meio de mulheres no Brasil

Impulso Avon: Impacto socioeconômico da Avon na vida da revendedora mostra o cenário de transformações que  a empresa leva às revendedoras e traça metas para 2020, pautadas nos resultados da pesquisa realizada com duas mil mulheres de todo o País
 
A Avon realiza pesquisa inédita sobre as contribuições da empresa para a vida de mais de 1,5 milhão de mulheres no País. Trata-se do Impulso Avon: Impacto socioeconômico da Avon na vida da revendedora, realizado em parceria com a consultoria Plano CDE. Foram duas mil mulheres entrevistadas no País, sendo metade delas revendedoras da marca e as outras mil sem relação com a companhia para teor comparativo do impacto. Com foco em três esferas: democracia no trabalho, auto-propriedade e capital social, o levantamento buscou entender como a venda direta da Avon permitiu a conquista de objetivos e melhorias na vida dessas mulheres. Além disso, foi feito um planejamento com as ações que serão implementadas até 2020 para que a empresa siga levando melhorias para as revendedoras e suas famílias.

 

A amostragem identificou que a transformação vai além dos benefícios financeiros, trazendo impactos para toda a família em aspectos como saúde e relacionamentos. Mais de 6 milhões de pessoas são beneficiadas pela venda direta da Avon, ao considerar que os benefícios chegam a outros membros da família das revendedoras. No caso de 74% das entrevistadas, a renda advinda desta fonte é essencial para ajudar nas contas da casa e para 55,4%, ter se tornado revendedora trouxe autonomia para decidir como gastar o próprio  dinheiro.

 

“A Avon trabalha incansavelmente como aliada das mulheres e das questões que mais importam para elas. Nós temos um incomparável histórico de atuação neste contexto, fortalecendo a autoestima feminina há mais de 130 anos. Milhões de mulheres ao redor do mundo ainda não podem realizar seus sonhos e ter a liberdade de ser quem querem ser por razões sociais ou econômicas. Por isto temos muito orgulho de dizer que a Avon, por meio de sua atividade e das causas que defende e apoia, atua fortemente para transformar esse cenário”, afirma Ana Costa, Vice Presidente de Relações Governamentais da Avon e líder do projeto.

 

Saúde e relacionamento são áreas que revelam índices melhores no comparativo entre revendedoras Avon e o outro grupo. Campanhas como a do Instituto Avon, para diminuir a violência contra mulher e o combate ao câncer de mama, aumentam a consciência do potencial feminino. 39.5% das revendedoras afirmam ter plano de saúde, 32.5% do outro grupo tem acesso ao mesmo, e para  89,4% das revendedoras ter uma renda própria ajuda as mulheres a saírem de relacionamentos abusivos, comparado com 85,8% do outro grupo. As revendedoras cuidam mais de sua saúde: ao serem perguntadas sobre exames realizados no último ano, a média das que realizam exames de sangue e urina é de 9 pontos percentuais maior do que o outro grupo e no papanicolau, o dado chega a 17.

 

Outro destaque do Impulso Avon é com relação a construção de capital social, 50% das entrevistadas disseram que por meio da atividade descobriram caminhos para conquistar sonhos. 61% afirma ter aumentado sua rede de contatos e em 47% dos casos, a Avon contribuiu para gerar novas oportunidades de emprego e negócios para a família.

 

“Nossa confiança no potencial dessas mulheres é imenso e para impactar positivamente e transformar suas vidas, acreditamos que  é essencial que tenham acesso à saúde e possam escolher relacionamentos saudáveis.  Temos em nossa essência a premissa de superar dois dos principais desafios à plena realização da mulher: o combate ao câncer de mama e o enfrentamento das violências contra as mulheres”, afirma Daniela Grelin, Diretora Executiva do Instituto Avon, parceiro da pesquisa junto à Avon.

 

Engajada em continuar transformando a vida das revendedoras, a empresa desenvolveu, com o apoio do Instituto Avon, metas para aumentar os indicadores de impacto nas frentes pesquisadas, até 2020. Por meio de iniciativas como Entre os indicadores estão:
 
– Aumentar para 47% o número de revendedoras com planos de saúde
– 65% as mulheres que frequentam ginecologistas
– 71% de revendedoras realizando mamografias
– 94% o índice das que acreditam que ter sua própria renda contribui para se manter em relacionamentos saudáveis.

 

Entre as iniciativas que devem contribuir para atingir esses índices estão:
 
– Parceria com Hospital de Amor (Hospital do Câncer de Barretos) para conceder benefícios para revendedora e seus clientes.
– Capacitação de grupo de representantes para atuarem como agentes de transformação social, disseminando a prevenção e combate ao câncer de mama.
– Descontos e Planos de Saúde para Executivas de Vendas da Avon.
 

Confira o infográfico para ter acesso a mais detalhes da Impulso.
 

 pesquisa avon
 

Como foi realizada a pesquisa?
 

A pesquisa Impulso entrevistou 1 mil revendedoras Avon, seguindo uma distribuição aleatória, de regiões e faixa etária. Em seguida, analisaram o perfil demográfico (idade, classe social e região), e reproduziu o mesmo estudo com um grupo de mulheres de perfil similar, mas sem vínculos com a Avon. Este método permite assumir que as diferenças encontradas são causadas apenas pela Avon – estatisticamente, ser ou não ser revendedora Avon é a única diferença entre os grupos. Com esse tamanho de amostra, é considerada uma margem de erro de 3 pontos percentuais, em um intervalo de confiança de 95% (o que quer dizer que, se fizermos a pesquisa 100 vezes com grupos aleatórios, em 95 os resultados seriam dentro da margem de erro).

s;